Vamos seguir?

09/06/2012 22:07
Como evitar o envelhecimento e o câncer de pele?

A exposição prolongada e constante da pele ao sol provoca o envelhecimento cutâneo e predispõe o surgimento de câncer de pele. Existem maneiras de atenuar os efeitos danosos do sol em nossa pele, aproveitando apenas o que ele tem de bom a nos oferecer. Para isso, selecionei algumas dicas importantes a serem seguidas:

  • Use sempre filtros solares com FPS 30 para cima, reaplique sempre após transpiração excessiva ou após mergulhar.
  • O uso de maquiagens por cima dos filtros é permitido e muito útil, na medida em que funcionam como mais uma barreira protetora aos raios solares.
  • Caso não dispense frequentar praias ou clubes, procure se proteger ao máximo com chapéus e barracas grossas pois eles diminuem a passagem dos raios solares.
  • Evite a exposição solar nos horários de pico, entre as 10 e as 15 horas.
  • Não esqueça de proteger as orelhas e os lábios, locais muitas vezes esquecidos e comumente afetados pelo câncer de pele.

Além dessas dicas, existem atualmente inúmeros tratamentos para prevenção e tratamento do envelhecimento precoce de sua pele! Procure seu dermatologista!

 

Cabelos ressecados e com pontas duplas
  • Após lavar com xampu, use condicionadores
  • Evite o calor dos secadores, alterne a temperatura entre quente e frio.
  • Use regeneradores de pontas após o banho
  • Evite pentear frequentemente os cabelos
  • Procure fazer hidratações semanais com máscaras hidratantes específicas

 

Cuidados com os cabelos oleosos!
2012-06-09 21:35

Assim como o sorriso e a pele, os cabelos também fazem parte da moldura do rosto. Dessa maneira, devemos procurar cuidar bastante de nossos "fios", pois cabelos mal tradados podem nos deixar com uma péssima aparência. O que fazer?

  • Primeiramente, lave seus cabelos diariamente para não comprometer a atividade das glândulas sebáceas (produtoras de sebo - oleosidade) presentes no couro cabeludo.
  • Evite usar condicionadores muito próximo a raiz dos cabelos ou xampus que contenham condicionadores em sua fórmula, os famosos 2 em 1.
  • Beba bastante água, coma bastante frutas, legumes e verduras.
  • Fatores emocionais como estresse pode aumentar a produção de oleosidade.
  • Evite lavar os cabelos com água quente, pois a temperatura elevada resseca os cabelos e, consequentemente, estimula a produção de mais sebo.
  • Não passe muito as mãos ou escove demais os cabelos.
  • Evite uso de boinas, bonés, lenços, chapéus que possam impedir a ventilação do couro cabeludo.
  • Se além da oleosidade aparecerem crostas, descamação e coceira, procure imediatamente tratamento dermatológico pois pode tratar-se de dermatite seborreica do couro cabeludo.

Se esses hábitos não forem suficientes para controlar a oleosidade de seus cabelos, procure seu dermatologista, pois existem tratamentos específicos para controlar a produção do sebo.

 

Pele oleosa, o que fazer?
2012-06-09 21:15

Uma queixa muito comum nos consultórios dermatológicos é quanto a oleosidade cutânea. Vamos esclarecer melhor porque ela existe! A oleosidade cutânea ocorre devido a ação das glândulas sebáceas presente na epiderme, o que é muito importante para uma pele saudável. No entanto, algumas pessoas possuem uma produção exagerada de sebo por essas glândulas, deixando a pele com aspecto brilhante e oleoso.

Mas o que fazer quando isso ocorrer? Seguem a seguir alguns passos importantes para o manejo desta situação!!!

  • Limpeza diária!!! Lave seu rosto duas a três vezes ao dia com um sabonete específico, indicado pelo seu dermatologista.
  • Evite usar hidratantes nas áreas de pele oleosa.
  • Evite lavar o rosto com água quente pois isso estimula a produção de sebo pelas glândulas, aumentando a oleosidade.
  • Procure filtros solares ou cosméticos oil free.
  • Beba bastante água (de preferência 2 litros por dia), coma muitas frutas e legumes!
  • Existem inúmeros tratamentos para pele oleosa, logo, se mesmo seguindo esses passos a oleosidade continuar, procure seu dermatologista para um tratamento específicos.

 

Como evitar as micoses da pele?

A umidade da pele, provocada pelo suor ou pelo costume de não se enxugar adequadamente após o banho, favorece o surgimento das micoses da pele. Hábitos higiênicos são importantes para se evitá-las. Previna-se seguindo as dicas abaixo:

  • seque-se sempre muito bem após o banho, principalmente as dobras de pele como as axilas, as virilhas e entre os dedos dos pés.
  • evite ficar com roupas molhadas por muito tempo (sungas, maiôs, etc.)
  • evite o contato prolongado com água e sabão.
  • não use objetos pessoais (roupas, calçados, pentes, toalhas, bonés) de outras pessoas.
  • não ande descalço em pisos constantemente úmidos (lava pés, vestiários, saunas).
  • observe a pele e o pêlo de seus animais de estimação (cães e gatos). Qualquer alteração como descamação ou falhas no pêlo procure o veterinário.
  • evite mexer com a terra sem usar luvas.
  • use somente o seu material de manicure.
  • evite usar calçados fechados o máximo possível. Opte pelos mais largos e ventilados. Use sempre meias de algodão.
  • evite roupas quentes e justas. Evite os tecidos sintéticos, principalmente nas roupas de baixo. Prefira sempre tecidos leves como o algodão.

 

Como proceder em caso de queimaduras
  • coloque e mantenha a área queimada sob água fria ou gelada imediatamente até aliviar a dor.
  • não coloque qualquer produto na queimadura (pasta de dente, manteiga...). Não ajudam e atrapalham a limpeza das lesões.
  • não estoure as bolhas caso elas surjam. Este procedimento deve ser realizado pelo médico.
  • procure sempre atendimento médico para avaliação da necessidade de tratamento das lesões para uma melhor cicatrização.
  • atenção: queimaduras em áreas muito extensas, mesmo que superficiais, podem representar risco de vida. Procure imediatamente atendimento médico.
  • evite expor a área queimada ao sol, pois aumenta o risco de escurecimento.
  • mesmo protegendo-a, pode ocorrer o escurecimento da pele, que pode ser tratado pelo dermatologista.

 

Cuidado com as unhas
  • Evite cortá-las excessivamente (até o ¨sabugo¨)
  • Evite mantê-las em contato com água por muito tempo, pois além de enfraquecê-las, aumentam as chances de infecões por fungos.
  • Preste muita atenção nos materiais de unha, se não forem seus, eles devem ser esterelizados!!!
  • A cutícula protege a matriz ungueal da infecção por bactérias, fungos e outros microorganismos, sendo assim, nada de retirá-las totalmente!
  • Não corte os cantos das unhas dos pés, isso pode encravá-las!
  • Qualquer alteração ungueal como fraqueza, descolamento, alteração na cor, procure um dermatologista para que ele dê o diagnóstico correto.

 

 

 

 

 

 


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!